Sobre mim

Sobre mim

Nasci no norte do Paraná, Londrina, filho e neto de agricultores, tive contato com a natureza bem cedo, logo na primeira infância fui morar em uma fazenda no interior do Mato Grosso do Sul, de onde vem as primeiras lembranças de se observar o céu noturno, sentado a varanda com meus pais, onde as únicas luzes eram de velas, lamparinas ou lampiões. Mais tarde nos mudamos para o Mato Grosso e depois Roraima na região amazônica, onde as aventuras, como: banho de rio, trilhas na mata e outras diabruras despertaram a paixão pela Natureza. Já adulto voltei para o Paraná, onde fiz química e posteriormente engenharia no interior do estado de São Paulo. Em meio a esta jornada a sala de aula passou a fazer parte da minha vida. Lá se vão quase 3 décadas como professor de física. Bem, onde entra a fotografia? Desde sempre, pois a fotografia era feita com a mente e registrada pelas câmeras analógicas, lidar com os 3 pilares da fotografia era um grande desafio, abertura, velocidade e sensibilidade do filme me desafiavam a um estudo constante, estes estudos e conceitos ficaram, mais tarde com as digitais, foram essenciais para se profissionalizar.

 

Como profissional

Hoje, atuo no mercado de fotografia de Natureza, Expedições fotográficas e Workshops, por diversos países e estados brasileiros, buscando o que há de mais belo na natureza e centros urbanos. Nos últimos anos, foram realizadas Expedições para Patagônia, no extremo sul das Américas, Noruega, Suécia e Finlândia em busca das Auroras Boreais, recentemente o cenário foi o Deserto urbanizado de Dubai nos Emirados Árabes.

 

A Fotografia

A fotografia é sem dúvida uma arte e uma ferramenta poderosa, podemos mudar uma ideia, variando cores, ângulos e foco. Nos dias atuais me atrevo a dizer que a imagem é muito mais que mil palavras, como no dito popular, mas para isto temos que ter em mente algumas ferramentas afiadas. Para tanto devemos tratar a fotografia de um ponto de vista mais amplo, onde os padrões e princípios de formação de uma imagem fotográfica remeta o observador aos detalhes que queremos que observe. Uma boa fotografia é aquela que vocês vão ver o que o fotógrafo quer que vocês vejam e não o que vocês pretender ver. Mas para isto acontecer, é necessária a construção de um código funcional, justificando a necessidade de utilização dos padrões e princípios para um crescimento técnico das suas ideias. Mais importante que conhecer e saber usar os princípios e suas funções é praticar. O sucesso esta nos primeiros passos, pois é preciso sim, saber como funciona a câmera, mas conhecer os botões e funções é só o começo, dedique-se aos aprendizados, só assim chegará a um dos pontos culminantes da fotografia, talvez o mais importante, obter de forma ágil e fácil as respostas para: quando, onde, o que, e por que fotografar?